quarta-feira, 9 de setembro de 2015

{Opinião} "Nunca Te Perdi", de Linda Howard

Milla Edge e David são um jovem casal, que acabaram de ter o seu primeiro bebé. Mudaram-se recentemente para o México, pois David foi aí recentemente colocado como médico. A vida parece-lhes correr bem. Mas tudo está prestes a mudar. Durante uma manhã no mercado local, Milla vê o seu bebé de apenas seis semanas ser raptado dos seus próprios braços, sem nada poder fazer. Dez anos mais tarde o seu casamento terminou e a sua vida é dedicada à Organização Não-Governamental que lidera, "Finders", que se dedica à procura de pessoas desaparecidas. Percorre lugares perigosos à procura de crianças raptadas e, mas principalmente o seu filho, que nunca desistiu de o encontrar. 

Há muito que via este livro pela blogosfera e sempre o tive na minha lista para ler. Assim que o descobri na biblioteca da minha zona nem hesitei em o trazer para ler. 

Uma história muito bem escrita, com uma escrita viciante e um enredo que nos toca desde o início. Gostei da construção de todas as personagens. O aspecto menos positivo, para mim, foi que a certo ponto, o desenrolar da história foi demasiado previsível. 

Sabemos que o tráfico infantil é, infelizmente, um assunto actual e muito sensível. Vi-me por diversas vezes na pele desta mulher que lhe retiraram o filho dos braços e a lutar desesperadamente para o encontrar. Acredito ser angustiante e aterrador. Não há palavras para o descrever. 


Classificação:
4/5 - Muito Bom

12 comentários:

  1. Olá Isa,
    Confesso que este livro nunca me tinha chamado a atenção mas agora depois de ler a tua opinião, acho que é interessante e fiquei curiosa =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tita,
      Eu gostei bastante. Já o tinha visto várias vezes na Feira do Livro, mas acabava por nunca comprar. Quando o encontrei na biblioteca arrisquei. Eu gostei bastante. Espero que gostes.
      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar
  2. Olá Isaura!
    Também sempre tive curiosidade com este livro, apenas li um outro da autora e gostei bastante. Tenho de arranjar este, a história deve ser mesmo interessante =)
    The Girl In Jeans * Facebook * Instagram * Google+

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vanda,
      Eu nunca tinha lido nada da autora, mas agora quero ler mais livros dela.
      Gostei bastante. Espero que gostes.
      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar
  3. Olá
    Sempre tive interesse em ler este livro, apenas pela capa.
    Agora que sei do que se trata e depois de ver a tua opinião o interesse é ainda maior.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara,
      Confesso que a capa também captou a minha atenção. E gostei muito da história e da escrita. Espero que gostes.
      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar
  4. Olá Isa,
    Tenho este livrinho à muito lá na estante. Gostei muito da tua opinião vou querer ler;)
    Beijinhos e boas leituras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carla,
      Que bom! Então arrisca assim que puderes. Espero que gostes :)
      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar
  5. Ois Isaura,

    Já o tive nas mãos para o ler e acabei por o devolver por falta de tempo, mas sabia que era um excelente livro, confirma-se.

    Ainda conto ler um dia, pois é algo muito real no nosso mundo atual e pode acontecer a qualquer um :(

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fiacha,
      Então assim que puderes lê. É mesmo excelente. Espero que gostes.
      Infelizmente um tema triste, mas é uma dura realidade. É duro ler, principalmente quando quando se é pai ou mãe.
      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar
  6. Olá Isaura,
    Parece ser um livro interessante. Deve ser uma história bem triste mas infelizmente acontece muitas vezes na vida real.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tânia,
      Sim a história é angustiante. Foi um pouco duro ler este livro enquanto mãe. Mas gostei muito.
      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar